jump to navigation

Dicas / Truques #2 para criação de cronograma de desenvolvimento de software (tradução) 01/06/2012

Posted by Zaratin in Projetos.
Tags: , , , ,
trackback

O Jean-Baptiste Queru soltou a segunda dica dele, segue a tradução.

Link para o original: https://plus.google.com/u/0/112218872649456413744/posts/hGfwXrURjZD

Em desenvolvimento de software, os detalhes são os grandes vilões. Tarefas que parecem simples em alto nível, geralmente revelam complexidades inesperadas quando investigados os detalhes.

Esse é o motivo de ser impossível estimar o tempo de uma tarefa olhando apenas no alto nível. A única maneira de estimar o tempo é quebrar as tarefas, pequenas o suficiente para serem colocadas na cabeça de uma pessoa.

Além disso, como todo analista é diferente, cada tarefa deve ser estimada pelo analista que irá efetivamente fazer o trabalho. Estimar o tempo de cada tarefa individualmente é parte do design do projeto. *

Outra dica importante é que estimativa de tempo não pode ser feita por apenas uma pessoa, é sempre melhor feita em dupla. Por ter que explicar a tarefa para outra pessoa, o analista que está estimando o tempo diminui a velocidade da tarefa o suficiente para permitir que possa ver detalhes relevantes.

Minha regra de outro é que tarefas precisam ser quebradas até prazos que demorem entre meio dia e dois dias, com granularidade de meio dia. Tarefas com mais de dois dias são complexas demais para serem estimadas. Tarefas também não podem durar menos de meio dia, por conta do tempo que será necessário para compilar o código, instalar, executar os testes e fazer uma revisão do código.

Copyright 2012 Jean-Baptiste Queru / CC:BY 3.0

* Aqui coloco um comentário meu, muitos analistas tem o costume de estimar para baixo o tempo de conclusão de uma tarefa, achando que assim irão agradar o gerente, o problema é que isso pode gerar diversos problemas como não entrega da tarefa no prazo estimado, o que pode comprometer todo o cronograma do projeto e o trabalho de outros analistas. Nesse caso acho que é interessante sempre ter um analista sênior acompanhando os mais novos.

Veja também a parte #1 da série sobre quanto tempo de um analista pode realmente ser considerado no cronograma
https://rzaratin.wordpress.com/2012/05/31/dicas-truques-1-para-criacao-de-cronograma-de-desenvolvimento-de-software-traducao/

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: